A esquina

     Demorei para dar meu primeiro beijo e confesso que houve alguma ansiedade pelo momento.

No entanto, para minha decepção, descobri que beijar não era alto tão mágico quanto eu havia lido nos livros de Pedro Bandeira.

Todavia, com o tempo e após novas experiências, descobri que um beijo em um momento certo se torna (pela soma de sensações), algo mágico.  Hoje tive um desses beijos.

Bom, que sou paulistana, adoradora de abraços, chuva e cinema todos estão cansados de saber. Por isso acredito que é possível imaginar o quanto foi especial beijar alguém que amo, em plena esquina da Ipiranga com a  São João, em uma tipica noite chuvosa de sampa, logo após ter assistido um filme nacional no cinema.        ^_^

Acredito que de fato uma vida feliz é constituída por lembranças de momentos que nos fizeram perder o fôlego, e hoje tive um momento inesquecível desses. Simples e justamente por isso memorável.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: