Arquivo para julho, 2010

O Pequeno Príncipe (Raposa)

Posted in Culturando!, Para Refletir, Penso,logo existo! on 30/07/2010 by Natalie

E foi então que apareceu a raposa:

__Bom dia,disse a raposa.
__Bom dia,respondeu polidamente o principezinho,que se voltou,mas não viu nada.
Eu estou aqui,disse a voz,debaixo da macieira…
__Quem és tu?perguntou o principezinho.Tu és bem bonita…
__Sou uma raposa,disse a raposa.
__Vem brincar comigo,propôs o principezinho.Estou tão triste…
__Eu não posso brincar contigo,disse a raposa.Não me cativaram ainda.
__Ah!desculpa,disse o principezinho.Após uma reflexão,acrescentou:
__Que quer dizer “cativar”?
__Tu não és daqui,disse a raposa.Que procuras?
__Procuro os homens,disse o principezinho.Que quer dizer “cativar”?
__Os homens,disse a raposa,têm fuzis e caçam.É bemincômodo!Criam galinhas também.
É a única coisa interessante que eles fazem.Tu procuras galinhas?
__Não,disse o principezinho.Eu procuro amigos.Que quer dizer “cativar”?
__É uma coisa muito esquecida,disse a raposa.Significa “criar laços…”.
__Criar laços?
__Exatamente,disse a raposa.Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual
a cem mil outros garotos.E eu não tenho necessidade de ti.E tu não tens necessidade de mim.
Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas.
Mas se tu me cativas,nós teremos necessidade um do outro.Serás para mim único no mundo.
E eu serei para ti única no mundo…
__Começo a compreender,disse o principezinho…Existe uma flor…eu creio que ela me cativou…
__É possível,disse a raposa.Vê-se tanta coisa na Terra…
__Oh!não foi na Terra,disse o principezinho.
A raposa pareceu intrigada:
__Num outro planeta?
__Sim.
__Há caçadores nesse planeta?
__Não.
__Que bom.E galinhas?
__Também não.
__Nada é perfeito,suspirou a raposa.
Mas a raposa voltou à sua idéia:
__Minha vida é monótona.Eu caço galinhas e os homens me caçam.Todas as galinhas se parecem
e todos os homens se parecem também.E por isso me aborreço um pouco.Mas se tu me cativas,
minha vida será como que cheia de sol.Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros.
Os outros passos me fazem entrar debaixo da terra.O teu me chamará para fora da toca,como se fosse música.
E depois,olha!Vês lá longe,os campos de trigo?Eu não como pão.O trigo para mim é inútil.Os campos de
trigo não me lembram coisa alguma.E isso é triste!Mas tu tens cabelos cor de ouro.Então será maravilhoso
quando me tiveres cativado.O trigo,que é dourado,fará lembrar-me de ti.E eu amarei o barulho do vento no trigo…
A raposa calou-se e considerou por muito tempo o príncipe:
__Por favor…cativa-me!disse ela.
__Bem quisera,disse o principezinho,mas eu não tenho muito tempo.Tenho amigos a descobrir e muitas coisas
a conhecer.
__A gente só conhece bem as coisas que cativou,disse a raposa.Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa
alguma.Compram tudo prontinho nas lojas.Mas como não existem lojas de amigos,os homens não têm mais
amigos.Se tu queres um amigo,cativa-me!
__Que é preciso fazer?perguntou o principezinho.
__É preciso ser paciente,respondeu a raposa.Tu te sentarás primeiro um pouco longe de mim,assim,na relva.Eu te olharei
para o canto do olho e tu não dirás nada.A linguagem é uma fonte de mal-entendidos.Mas,cada dia,te sentarás mais perto…
No dia seguinte o principezinho voltou.
__Teria sido melhor voltares à mesma hora,disse a raposa.Se tu vens,por exemplo,às quatro da tarde,desde às três eu
começarei a ser feliz.Quanto mais a hora for chegando,mais eu me sentirei feliz.Às quatro horas então,estarei inquieta
e agitada:descobrirei o preço da felicidade!

Anúncios

Além da Máscara – Composição: Humberto Gessinger

Posted in Música on 26/07/2010 by Natalie

 

 

 

 

 

 

Estou viciada na banda Pouca Vogal, uma banda de dois formada por Humberto Gessinger ( Engenheiros do Hawai ) e Duca Leindecker ( Cidadão Quem). 

Estou ansiosa para que eles um dia façam um show em SP, certamente irei sem falta.

Pouca Vogal

Além da Máscara
Pouca Vogal
Composição: Humberto Gessinger

Agora que a terra é redonda
E o centro do universo é outro lugar
É hora de rever os planos

O mundo não é plano, não pára de girar
Agora que o tempo é relativo
Não há tempo perdido, não há tempo a perder

Num piscar de olhos tudo se transforma
Tá vendo? Já passou, mas ao mesmo tempo
Fica o sentimento de um mundo sempre igual
Igual ao que já era de onde menos se espera
Dali mesmo é que não vem

Agora que tudo está exposto
A máscara e o rosto trocam de lugar
Tô fora se esse é o caminho

Se a vida é um filme, eu não conheço diretor
Tô fora, sigo o meu caminho
Às vezes tô sozinho, quase sempre tô em paz

Num piscar de olhos tudo se transforma
Tá vendo? Já passou
, mas ao mesmo tempo
Esse mundo em movimento parece não mudar
É igual ao que já era de onde menos se espera
Dali mesmo é que não vem

Visão de raio-x, o x dessa questão
É ver além da máscara além do que é sabido
Além do que é sentido, ver além da máscara

Manual de Sobrevivência em Filmes de Terror

Posted in Filmes on 26/07/2010 by Natalie

 

 

 

 

 

 

 

Sempre tive medo de filmes de terror, nunca escondi isso. Porém, isso nunca foi o suficiente para que meu melhor amigo tivesse o mínimo de bondade e me poupasse de ver filmes como A VOLTA DO DEMÔNIO e o EXORCISTA “sem cortes”.
Recentemente até me acostumei com tais filmes. Não que o medo tenha passado, mas pelo menos consigo assistir sem ter pesadelos.

Enfim, navegando na internet, encontrei meio que sem querer um manual de como sobreviver em filmes de terror, após ler da até vontade de fazer cópias e entregar para esses personagens de filmes de terror… como me irrita a coragem/burrice que eles sempre têm nesse tipo de filmes.
 

Manual de Sobrevivência em Filmes de Terror

Digamos que um dia você se encontre numa situação de extremo terror… Um cenário típico de filme… Medo, horror, desespero… Como agir? Como escapar? O que fazer, e o que não fazer?

Se você pretende sobreviver num filme de terror, siga as instruções abaixo.

1- Nunca brinque com tábuas Ouija, livros de convocação de demônios, quebra-cabeças que abram portais para o inferno e tecnologia de DNA. O feitiço sempre voltará contra o feiticeiro. Você pode acabar sendo perseguido pela assombração de um demônio-mutante (Como?).

2- Se seu corretor imobiliário diz que naquela casa maravilhosa que está sendo vendida por uma ninharia apenas houve um massacre, ou um suicídio, ou rituais de magia negra, ou era a sede de um hospício, ou foi construída sobre um antigo cemitério índio, saia correndo imediatamente. É melhor morar de favor, dormindo no chão da sala da megera da sua sogra do que ir morar num lugar desses.

3- Se você escutou um barulho estranho no meio da noite não pense que foi apenas o vento. Ou a fundação da casa se acomodando. Se estiver acompanhado(a), não vá investigar sozinho. Não vá investigar desarmado. Não deixe as luzes apagadas. Não ande de costas, o monstro, psicopata ou o que quer que seja estará atrás de você. Chame a polícia se tiver visto um vulto. Se seu telefone estiver mudo, ou a luz foi cortada, pule pela janela e saia correndo desesperado até a delegacia mais próxima. Ou simplesmente bata na casa do vizinho. Melhor do que ficar e descobrir o que era.

4- Se você está viajando de carro pelo país e ir parar numa cidadezinha completamente deserta, não dê uma de turista curioso tentando descobrir o que aconteceu e onde está todo mundo. Você pode acabar encontrando! (“A curiosidade matou o gato” – lembra-se?)

5- Se algum monstro ou psicopata estiver lhe perseguindo, nem se importe em correr. Correndo você tropeçará pelo menos umas duas ou três vezes. Até no próprio pé, se não houver nada mais em que tropeçar. Se você for do sexo feminino, tropeçará o dobro. E de nada adiantará correr já que o monstro, mesmo se arrastando lerdo feito uma lesma, irá lhe alcançar de qualquer modo.
6- Nunca compre aqueles apoios de madeira para facas. Se você pegar uma delas, o psicopata saberá que você está escondido em algum lugar da casa. Se você não pegar, será ele que pegará a melhor faca, deixando-lhe apenas aquelas faquinhas de descascar legumes para se defender. Guarde suas facas numa das gavetas mais inacessíveis, assim você tem chance de encontrá-la mais rápido do que ele!

7- Se sua torneira solta sangue, gosmas nojentas ou abre sozinha, chame logo um bombeiro-exorcista.

8- Por que, meu Deus, por que você iria querer sair de uma estrada larga, bem pavimentada, bem iluminada, bem sinalizada, para entrar numa estradinha de terra ou de cascalho que leva ao local onde Judas perdeu as botas? Se não tiver escolha, compre um GPS de última geração! E caso ele falhe, tenha mapas, muitos mapas à mão (se algum voar, rasgar, molhar ou sumir você terá outros reservas). Mas nada disso adiantará se você não souber ler um mapa!

9- Você está tomando um banhinho gostoso e de repente sente alguém te patolando. Se não for seu namorado(a) ou amante, saia do banho imediatamente. Deu uma paradinha para olhar no espelho e viu alguém atrás de você que, ao se virar, não estava lá? Saia de casa correndo peladão mesmo. Entidades fantasmagóricas taradas são do pior tipo. Não aceitam um fora.

10- Aliás, nunca olhe no espelho. Fuja deles. Não tenha espelhos em casa. Espelhos são malignos. Eles podem lhe mostrar coisas terríveis: uma pessoa que não seja você refletida, um você maligno sorrindo ou falando com você, pode mostrar um cômodo estranho ao redor de seu reflexo, sem contar no pior: pode mostrar todas as rugas e olheiras resultantes das últimas farras que você fez. Acredite em mim, o espelho não é seu amigo! (Tá legal, tem apenas uma exceção: se você estiver lidando com vampiros. Neste caso é bom você ter um daqueles espelhinhos de bolso, já serve de defesa e é menos ameaçador!).

11- Não seja muquirana. Compre um carro novo. Não tem dinheiro para carro novo? Mantenha o velho com a revisão em dia. Os carros sempre irão falhar quando você mais precisa deles. Se você tem um carro velho que não pega no frio, desista. Ande a pé. Correr do monstro vai lhe garantir mais chances de sobrevivência do que ficar tentando dar partida na sua lata velha.