Ensaio Sobre a Cegueira (Brasil/Canadá/Japão – 2008 – Drama)

ensaio-sobre-a-cegueira04Título Original: Blindness
Direção: Fernando Meirelles
Roteiro: Don McKellar, baseado em livro de José Saramago
Elenco: Mark Ruffalo (Médico), Julianne Moore (Esposa do médico), Alice Braga (Garota com óculos escuros), Danny Glover (Homem com venda preta no olho / Narrador), Gael García Bernal (Rei de Ward 3), Sandra Oh (Ministra da Saúde)

Sinopse: Uma inédita e inexplicável epidemia de cegueira atinge uma cidade. Chamada de “cegueira branca”, já que as pessoas atingidas apenas passam a ver uma superfície leitosa, a doença surge inicialmente em um homem no trânsito e, pouco a pouco, se espalha pelo país. À medida que os afetados são colocados em quarentena e os serviços oferecidos pelo Estado começam a falhar as pessoas passam a lutar por suas necessidades básicas, expondo seus instintos primários. Nesta situação a única pessoa que ainda consegue enxergar é a mulher de um médico (Julianne Moore), que juntamente com um grupo de internos tenta encontrar a humanidade perdida.
******* Ontem em casa vi sozinha o filme ‘Ensaio Sobre a Cegueira’. Confesso que não consegui encarar a principio algumas cenas. Algumas vezes me surpreendi avançando um pouquinho o filme para uma cema menos angustiante. Descobri, que isso aconteceu em diversos lugares por onde o filme passou. O próprio Fernando Meirelles disse que viu numa sessão mais de 50 pessoas se levantarem e irem embora. Principalmente nos momentos (dois) que as mulheres são submetidas a fazerem sexo por comida.

O filme de fato tem vários momentos fortes e repugnantes. Assistir ‘Ensaio Sobre a Cegueira’ é antes de mais nada passar por uma incrível experiência. Angustiante sim com certeza, mas enriquecedora. Goste você ou não do filme tenha certeza de uma coisa: ele ficará com você. Te incomodará. Ele te fará refletir sobre a condição humana. Sobre o que somos. Pois a cegueira é apenas uma metáfora para que possamos refletir sobre nos mesmos.

É por isso que não existe explicação para o porque da epidemia. Não existe causa e conseqüentemente não existe cura. É por isso também que os personagens não possuem nomes. A doença tornou-os “iguais”. Não há ricos nem pobres, negros ou brancos. Apenas cegos. A cegueira faz aflorar nas pessoas o verdadeiro interior de cada envolvido. Tanto para o bem como para o mal como iremos testemunhar com o coração na mão e um tremendo mal estar na alma.
Definitivamente não é para todos os gostos. É um filme difícil que dividiu a imprensa. Sinceramente não consigo entender o porque que grande parte da crítica não gostou do filme. O engraçado é que aquilo que eles mais elogiaram (a fotografia) eu não achei tudo isso. Prefiro mil vezes mais a direção de arte. Que trabalho fascinante! De forma inacreditável até eles transformaram São Paulo numa cidade fantasma deserta entregue a desordem e ao lixo.

O elenco é bom. Mas não apostaria numa indicação pra nenhum deles. Nem pra Julianne Moore que é quem mais teria chances. Na verdade não acredito em indicações ao filme. Por mais qualidade técnica que ele tenha (e tem). José Saramago (o autor da obra em que o filme é baseado) foi convidado à première de ‘Ensaio Sobre a Cegueira’ em Cannes, mas seus médicos o proibiram de viajar. Desta forma o diretor Fernando Meirelles foi até Lisboa para lhe mostrar o filme. atgaaacef3xvhg1xoufowr7vrydbpvcrq4hkzkb_r44svzbxl9ro-dcxokpniauyalgc3ieqmac-cl7lkl8xts10zyu3ajtu9vcev0yuklxlk9trp0iw0tq1f3whwq

Uma resposta to “Ensaio Sobre a Cegueira (Brasil/Canadá/Japão – 2008 – Drama)”

  1. Naya Riether Says:

    Vi sua resposta, foi bem rápida, estou contente ;D
    E assisti esse filme acho que no final do ano passado, assim que lançou e é uma história incrível e chocante.
    Querendo ou não, nos faz refletir. E ver aquelas imagens, saber que realmente existem pessoas assim, nos faz perder a fé nos seres humanos. É triste, mas é real :S
    Amou o poema? Aah, que bacana. Ele é muuito bom mesmo🙂
    Tu me adc no messenger, foi?
    Já vi que vamos trocar muitos poemas.. ueahueahaeueahueahaeueah
    Depois faço uma listinha, ou melhor, um listão dos poemas que gosto do seu blog. rsrsrs

    Beeijo, bom fim de semana!

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: